28 de outubro de 2009

Cuidados com os fones de ouvido!

Será que você está prejudicando sua saúde sem perceber?

Algumas semanas atrás eu vi uma reportagem no fantástico sobre os problemas ocasionados com uso excessivo do fone de ouvido por parte da população, especialmente entre crianças e adolescentes.
Achei interessante as informações e sendo assim resolvi fazer uma pequena pesquisa sobre o assunto abordado, pois tenho certeza que servirá de alerta à todos nós.

Apesar de isto ter virado moda há pouco tempo, os fones de ouvido já estão presentes no mercado bem antes de ouvirmos falar em MP3 player, iPod, iPhone, etc. Os fones tornaram-se mais comuns em meio aos adolescentes, mas os mais velhos também aderiram ao acessório. Prova disto é que até mesmo os aparelhos de telefone agora possuem entrada para fones de ouvidos, os quais, em muitos casos, já fazem parte do kit básico que vem junto com o aparelho.

Com a popularização dos MP3 players, tornou-se muito comum encontrar pessoas com fones de ouvido nos mais variados ambientes, com o transporte público seguindo como líder absoluto do lugar que possui mais pessoas “surdas” por metro quadrado.

Não é de hoje que existe uma preocupação grande com as pessoas que passam muito tempo fazendo uso deste acessório aparentemente inofensivo. Muitos estudos e pesquisas têm sido feitos nesta área, e os resultados são preocupantes. Mas será que isso tudo é verdade? Será mesmo que a utilização dos fones de ouvido pode prejudicar a nossa saúde?

O maior problema não é o uso do fone de ouvido em si, mas sim o exagero de muitas pessoas. Quantas vezes já aconteceu de você pegar ônibus ou passar por uma pessoa com fones de ouvido que estava com o volume tão alto que era possível ouvir a música claramente mesmo estando longe? Pois é, este é o real problema quando o assunto é a saúde auditiva.

Nossos ouvidos aguentam uma intensidade sonora de até 75 dB sem sofrer dano algum, acima disso a audição já começa a ser prejudicada. Quanto maior for a intensidade, menor é o tempo que podemos ficar expostos sem sofrer as consequências mais tarde.

Há, no entanto, outro problema muito freqüente relacionado aos fones de ouvidos, mas ainda desconhecido por muitos: a dependência. Assim como a dependência química, há relatos de pessoas que tornaram-se dependentes dos fones de ouvido e não conseguem fazer absolutamente nada sem eles, mesmo que não esteja tocando música alguma. Em casos mais graves, os usuários chegam a apresentar sintomas da chamada crise de abstinência.

Dois dos principais sintomas desta dependência são a dificuldade de concentração e o nervosismo excessivo da pessoa quando ela não está com o acessório “pendurado” nas orelhas. A agressividade repentina também pode ser um indicativo de que a pessoa está precisando de ajuda, antes que a situação se agrave.

O dito popular já fala: “tudo o que é em excesso, faz mal”. Com os fones de ouvido não poderia ser diferente. Se usado corretamente, por períodos não muito longos, e com a música, ou o que você estiver ouvindo, em um volume que você, e apenas você, consiga ouvir claramente, não há problema algum.

Do contrário pode ser que, além de incomodar as demais pessoas que estão a sua volta, você comece a ter problemas de audição.

No começo pode parecer apenas um zumbido ou uma dorzinha chata, mas no futuro pode tornar-se um trauma irreversível e será preciso conviver com isto o resto da vida.

Então, já sabe, se começar a perceber algum destes sintomas, pode ser que esteja na hora de rever a maneira com a qual você utiliza os fones de ouvido. Fora isto, é só aproveitar e curtir.

Alguém aí tem amigos ou conhecidos que está começando a ficar surdo? Será que você não está apresentando os sintomas citados acima e nem percebeu? Fique atento, é uma questão de saúde!

fonte: www.baixaki.com.br/.../2737-mito-ou-verdade-fones-de-ouvido-podem-fazer-mal-a-saude-.htm -

Sobre a Autora:
Rosana Ibanez Rosana Ibanez:Sou alguém que gosta da vida, que procura viver dentro de seus princípios, que ama sua família, que viveu bastante mas não o suficiente, que apesar da distância e das barreiras, ainda acredita no amor entre duas pessoas, que acredita na continuidade da vida após a morte, que ama o próximo como a si mesma, que ainda acredita no ser humano e que tem DEUS como ser supremo.

6 comentários:

La Sorcière disse...

Rosana, eu não consigo usar fones de ouvido. Ouço música no rádio do carro e só. Não consigo andar com isso pendurado na minha orelha, fico irritada, me incomoda. Acho que tô ficando velha...
Bj

Mary disse...

Vejo adolescentes com os fones estourando nos ouvidos e ainda por cima dizem "que nada, ainda tá é baixo"
O melhor é manter o equilíbrio mesmo, e ouvir em um volume normal!
É importante divulgar isso para que as pessoas se liguem e passem a ajustar seus MP3 players para volumes mais saudáveis.
Bjs

Pelos caminhos da vida. disse...

Bom dia...
A palavra mágica que faltava nesta manhã
e vem expressar à você, o maravilhoso amanhecer
que lhe desejo, repleto de amor, prosperidade e paz...
Hoje certamente, tudo dará certo,
o seu caminho será suavizado pela brisa delicada,
trazendo com ela o aroma das flores, que darão
colorido ao seu dia.
Tudo isso Deus coloca ao nosso alcance,
para avaliarmos o magnífico presente
de estarmos vivos e sobretudo podermos dizer:
BOM DIA!!!

beijooo.

Rosana Ibanez disse...

Olá La Sorcière!
Eu também não gosto de usar fone de ouvido. Cheguei até a usar no metrô c/o mp3, mas dá impressão de que todo mundo fica ouvindo, é estranho...
bjs

Rosana Ibanez disse...

Oi Mary! Concordo com você sim, pois quase que diariamente vejo os jovens com o volume alto que chega até a encomodar as pessoas nas conduções e nos locais fechados. Acredito que os jovens deveriam saber com detalhes o quanto é prejudicial!
Bjs e obrigada pela visita.

Rosana Ibanez disse...

Pelos Caminhos da vida! Adorei as suas palavras de bom dia! Pode ter certeza de que hoje o meu dia será maravilhoso sim e graças e você!
Beijão enorme

Blog Widget by LinkWithin
 

Sempre em dia... Copyright © 2010 Designed by Cris Duarte Cantinho do Blog