9 de setembro de 2010

Será que existe?!

Vocês conhecem o CASAL PERFEITO?
As duas almas gêmeas, cujo amor nunca morre.
Os dois amantes, cuja relação nunca é abalada.
O marido e a mulher que confiam plenamente um no outro.
Se você não conhece o CASAL PERFEITO
deixe-me apresentá-los a você.
Eles ficam em cima de uma camada de glaçê.
O segredo desse sucesso...?
Bem... acho que para começar,
eles não precisam olhar um para o outro!



Sei que nos dias atuais com tantos casamentos que não duram nem 365 dias, com tantas separações, tantos divórcios, tantas brigas e exposições, chego a conclusão que as frases acima descritas são mais do que verdadeiras, infelizmente...

Isso só me faz recordar dos meus avós e até mesmo a geração dos meus pais, onde os mesmos se amavam, se respeitavam e independente de qualquer dificuldade, problemas ou defeitos, nunca colocavam a separação como a opção para solucionar as divergências existentes.
Era uma geração que valorizava a palavra 'FAMÍLIA" e ela estava sempre em primeiro plano.

A paixão tinha chegado ao fim?? Não faz mal, agora sim é que o AMOR verdadeiro aparecia, pois era ele que tinha força o suficiente para suportar todas as barreiras, impecilhos e dificuldades. Era ele o AMOR que sabia ter paciência quando necessário, que aceitava os defeitos do companheiro, que sabia perdoar e que tinha certeza que dias melhores viriam!

E assim sempre foi...Por isso que bato palmas para esses casais que completam "bodas de prata, ouro e diamante".
Meus padrinhos faleceram dois anos após completarem 50 anos de convivência. Fiquei muito triste, mas ao mesmo tempo sei que eles foram muito felizes em vida e que com certeza essa união tão linda aqui na terra se estenderá por outras vidas e dimensões.

Na minha opinião esse é o amor verdadeiro!!

Desperate Housewives,
episódio 2, terceira temporada.

Fonte:

Sobre a Autora:
Rosana Ibanez Rosana Ibanez:Sou alguém que gosta da vida, que procura viver dentro de seus princípios, que ama sua família, que viveu bastante mas não o suficiente, que apesar da distância e das barreiras, ainda acredita no amor entre duas pessoas, que acredita na continuidade da vida após a morte, que ama o próximo como a si mesma, que ainda acredita no ser humano e que tem DEUS como ser supremo.

6 comentários:

Chica disse...

Muito legal teu texto!

O amor verdadeiro existe,sim e é por isso que ele suporta abalos, treme, cai e levanta...

Estou casada há quase 42 anos...tenho que acreditar,né?

beijos,lindo fds,chica

Sissym disse...

Rosana, eu acredito que exista! Eu já vi casais idosos e apaixonados, amigos, companheiros. Eu já li declarações bonitas a respeito um do outro. Só que é muito dificil encontrar. Beijinhos

Douglas disse...

Acredito no amor verdadeiro, aquele que é trabalhado e cultivado todos os dias..

PS: Desperate é demais!

bjoo

J Araújo disse...

É minha amiga, bons tempos aqueles né!! sabe porque isso acontecia? Naquela época, dizia se que o casamento era para sempre.

E mesmo que tivesse alguma divergência, as aparências deviam ser mantidas; hoje isso não acontece mais.

Também não existia as novelas(rsrs)que é um verdadeira incentivadora e motivadora dos novos costumes. O texto é excelente e polêmico com certeza. Parabéns!!

Bj

Rosana Ibanez disse...

Obrigada amigos pela visita e comentários!!
Bjs

Beatriz disse...

Acredito sim no amor verdadeiro,aquele que suporta qualquer barreira.Afinal você não está se juntando com alguém perfeito,somos todos cheios de erros e acertos,basta colocarmos na balança se vale a pena estragar o que um dia foi unido por um lindo sentimento,por coisa decorrentes do dia-a-dia!!! Adorei o texto ;D

Blog Widget by LinkWithin
 

Sempre em dia... Copyright © 2010 Designed by Cris Duarte Cantinho do Blog